Microsoft abandona o Skype para Asterisk

Depois da aquisição do Skype pela Microsoft ainda no começo do mês, muito se especulou sobre o futuro do produto para sistemas não-Windows. Mesmo depois da promessa feita pela própria empresa, de que seguiria suportando o Skype nas diferentes plataformas para o qual a solução já existia, ainda havia quem duvidasse desse comprometimento.

Hoje a Digium, desenvolvedora do Asterisk, anunciou que o produto não estará mais disponível para venda ou ativação a partir do dia 26 de Julho de 2011.

A solução Skype para Asterisk foi fruto de um desenvolvimento conjunto entre a Digium e a Skype para permitir que o servidor de PBX se conectem à rede Skype como um cliente nativo. O pacote contêm software proprietário criado pela Skype que permite essa interface. A razão alegada para o cessar dessa atividade foi a manifestação da Skype em não renovar o acordo de venda do software proprietário contido no pacote.

Representantes do Skype já asseguraram suporte ao serviço por mais dois anos, que podem vir a ser estendidos.

A Microsoft oferece uma solução proprietária de telecomunicação online e por telefonia para empresas chamada Lync.

Fonte: http://www.linuxnewmedia.com.br

Microsoft adquire a Skype por US$ 8,5 bilhões

Skype foi adquirido pela Microsoft por
US$ 8,5 bilhões(Foto: Reuters)

Acordo foi o maior da história da empresa, segundo agência. Dívida de US$ 686 milhões da companhia será paga pela Microsoft.


A Microsoft adquiriu nesta terça-feira (10) a empresa de serviço de chamadas de voz e de vídeo pela internet Skype por US$ 8,5 bilhões. De acordo com a Reuters, essa foi a maior aquisição da Microsoft em seus 36 anos de história.

De acordo com o presidente da Microsoft, Steve Ballmer, o Skype se tornará uma nova divisão de negócios dentro da empresa e terá o atual CEO da Skype, Tony Bates, como presidente da Microsoft Skype Division.

Rumores apontavam o interesse de outras empresas como o Facebook e o Google para comprar a empresa. A Microsoft, no entanto, pagou o maior valor de sua história para ter a companhia, que ainda não dá lucro, segundo analistas. A Microsoft disse que a compra da Skype "irá melhorar e aumentar a acessibilidade de conversas de vídeo e de voz em tempo real pela internet, trazendo benefícios para consumidores e empresas, além de trazer novas oportunidades de negócios".

O programa Skype tem mais de 170 milhões de usuários em todo o mundo e obteve 207 bilhões de minutos de conversas de vídeo e de voz em 2010. De acordo com a Microsoft, com a aquisição, a tecnologia usada no Skype será utilizada no Xbox 360, no Kinect, no Windows Phone e nos PCs. Além disso, serviços de comunicação da empresa como o Lync, o Messenger, o Outlook e o Xbox Live usarão o Skype.

Embora tenha gerado US$ 860 milhões em 2010 e alcançado um lucro de US$ 264 milhões, a Skype perdeu US$ 6,9 milhões, além de ter uma dívida de US$ 686 milhões. No acordo da Microsoft está o pagamento de parte da dívida.

Além de permitir conversas por meio de voz e de vídeo em computadores, a Skype produz versões de seu serviço de telefonia para dispositivos como iPhone e iPad, da Apple; BlackBerry, da RIM, e aparelhos com o sistema operacional Android, do Google.

Fundado em 2003, a Skype foi adquirida em 2005 pelo eBay e, em 2009, foi comprado pela Silver Lake. De acordo com a Microsoft, o progresso nos últimos 18 meses sob a gerência da Silver Lake gerou um crescimento de 150%, desenvolvendo novas parcerias estratégicas e melhorando a qualidade do serviço.

Fonte: http://g1.globo.com/tecnologia

Asterisk: Usa Linux ???

Criado por Mark Spencer em 1999:“I was so excited the first time I got a phone call delivered through my PC using my own software.” – Mark Spencer. Em sua primeira versão 0.1.0, hoje já se encontra na versão 1.5.0.O AsteriskNOW é um PABX completo sendo estruturado em software, utiliza o Linux como SO, mas pode ser instalado em qualquer sistema embarcado integrando-se a diversos hardwares e softwares, tem suporte a hardware para interconexão, e em seu funcionamento é utilizado variados codecs e protocolos VOIP, por se tratar de um software OpenSource, possibilita a implementação de novos recursos.
Fonte: http://asterisknowvoip.blogspot.com/

Elastix foi criado e é atualmente mantida pela empresa equatoriana Palo Santo Solutions. Elastix foi liberada pela primeira vez em Março de 2006, mas não se tratava de uma distribuição, mas sim uma interface para exibir registos detalhados de chamadas para Asterisk, foi só no final de Dezembro de 2006, quando foi lançado como uma distribuição que apresentava muitas ferramentas sob uma única interface web que chamou a atenção por sua usabilidade.

Desde então, esta divisão, até à data tem continuado a crescer em popularidade e é agora um dos favoritos do mercado. Em 2007, o projeto foi nomeado em 2 categorias para os prêmios CCA Source Forge.

Elastix é uma distribuição livre de Servidor de Comunicações Unificadas que integra .... baseadas em CentOS | Distribuição Linux para propósitos especiais.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Elastix

Bom o Disc-OS nem vale a pena comentar porque é um sistema praticamente descontinuado, mas vamos lá.
“Sob o modelo de software livre, a Intelbras acaba de disponibilizar, em versão beta, uma solução de SoftPabx na área corporativa. O projeto Disc-OS nasce com a proposta de oferecer uma plataforma PABX única em software para diversas facilidades, contando com uma interface de uso simples e rápido. Uma das propostas é facilitar a vida dos desenvolvedores e integradores brasileiros com uma versão completa em português desde a interface de instalação até a utilização de facilidades por meio de menus em áudio como, por exemplo, acesso ao correio de voz.

Segundo o supervisor do projeto, Carlos Eduardo Zander, a solução consiste em um microcomputador dedicado com software Disc-OS desenvolvido especialmente para as necessidades e particularidades do mercado nacional, atuando como uma central PABX, operando em VoIP. O SoftPabx pode ser conectado à rede pública de telefonia por meio de gateways, atas, placas com entroncamento analógico ou digital e os ramais por meio de telefones IP, atas e softphones.

Suportado pelo lineup de produtos IP, com destaque para as linhas de atas, telefone IP, modens e telefone USB, a Intelbras comercializará, a partir do próximo mês, placas para entroncamento digital E1 que permitirão funcionamento completo da solução de SoftPabx. Na prática, a solução Disc-OS com base Linux®, Asterisk® 1.2 e configurador Disc® da Intelbras tem diferenciais importantes além das programações normais de um PABX. Permite gravações de conversas em ramais IP, possui monitor de entroncamento digital E1 integrado (ferramenta que auxilia na avaliação e manutenção dos entroncamento digitais na própria interface que o administrador está utilizando) e possibilita conferência com mais de três pessoas. O correio de voz incorporado ao SoftPabx, além de armazenar a mensagem, ainda permite seu envio para o endereço eletrônico do ramal de destino. A criação de unidades de resposta audíveis (URAs) para atendimento digital também fica mais fácil com o configurador Disc, pois se pode implementar com rapidez e de forma simples vários níveis de atendimento. Outra vantagem é que o áudio de voz é todo em português, com mais de 400 mensagens neste idioma. “As interfaces para o administrador e usuário são via web e sem complexidades por conta do configurador Disc. A solução amplia as vantagens de uma central e conversa com várias ferramentas de comunicação IP, o que conta muito hoje em tempos de convergência”, complementa Zander.”

Fonte: Enviado pela Intelbras.

Observação o site oficial não esta mais no ar, no site da intelbras não esta mais sendo mencionado o projeto, ou seja ficou um filho sem mãe e pai.

Mas nem tudo esta perdido, temos um projeto com responsabilidade social, no estado do parana, estou falando do "Asterisco Paraná". A instalação está homologada para a distribuição Debian Lenny ou sena Linux!!!, utilizando o gerenciador de pacotes APT. Para que o APT do seu servidor encontre os pacotes do Asterisco Paraná é necessário editar o arquivo que lista as `fontes' de onde ele obterá os pacotes.

Fonte: http://www.asteriscoparana.pr.gov.br

Espero ter ajudado, e nem vou falar do SNEP, principalmente porque a distribuição que esta sendo utilizada e o Debian desatualizado, não reconhece CD/DVD com conexão SATA, e também não reconhece placas onbord de tecnologia intel, ou seja se você quiser utilizar o SNEP em um bom servidor, estou falando de coisa de FANÁTICO!! você terá que fazer isto em linha de comando ou seja na unha, estou preparando um artigo onde irei disponibilizar no meu blog de como proceder a instalação em linha de comando para o SNEP no CentOS 5.6, Ha olha que legal!!! CentOS é LINUX!!! Legal né? Ou seja coisa de FANÁTICO!!

Abraços a todos.

--
Att.
Angelo de Barros Delphini, ( Dell. ).
Administrador de Redes Sênior Unix, GNU/Linux e Asterisk
Analista em Segurança da Informação Sênior.
Linux User # 472499 - Ubuntu User # 22452 - ICQ User # 86119719
_
°v° CentOS
/(_)\ http://centosbr.org/
^ ^
Seja livre, use GNU/Linux!
--------------------------
Open Source \o/\o/ - Milhares de mentes abertas não podem estar enganadas!

Sai oficialmente o Software Público SNEP

Nesta quarta-feira, dia 04 de Maio, foi disponibilizado oficialmente o software público SNEP que é um software de Telecomunicação para Configuração de Centrais Telefônicas de PBX sobre IP. Trata-se de um sistema de transferência de chamadas telefônicas que operacionaliza o redirecionamento das chamadas dentro de uma rede de comunicações pela rede de computadores.

O anúncio do lançamento como um software público foi realizado no dia 12 de novembro de 2010, durante a VII Conferência Latino Americana de Software Livre - Latinoware, com a presença de representantes do Ministério do Planejamento e da empresa ofertante OpenS.

O sistema SNEP é capaz de integrar voz, dados e sistemas. Pode ser considerado como um forte aliado para reduzir custos com comunicação e aumentar a eficiência nas relações empresariais, porque possui funções de um PBX IP Híbrido (digital, analógico e IP), de Gerenciador de Contact e Call Center, de Monitoramento de Qualidade de atendimento e de Gateway de voz.

O SNEP é um software livre, um software público, um PBX genuinamente brasileiro. Os cadastrados no Portal podem acessar diretamente pelo endereço http://www.softwarepublico.gov.br/ver-comunidade?community_id=26934301.


RESUMO do SNEP:

1) Público-alvo e principais usuários: empresas de pequeno, médio e grande porte.

2) Características Técnicas: MySQL, Apache, PHP e Asterisk.

3) Principais Funcionalidades: Fazer uma ligação, Transferir uma chamada, Estacionar uma chamada, Filas de Atendimento, Captura de Ligações, Conferência, Solicitar Gravação, Discagem via Agenda, Siga-me, Não perturbe, Espionar Canais e Quem sou eu.

Fonte: http://www.sneplivre.com.br
.

Não realizamos upload dos ficheiros, apenas reportamos os links que encontramos na própria Internet. Assim, toda e qualquer responsabilidade não caberá ao administrador deste blog. Este blog não tem como objetivo reproduzir as obras, apenas divulgar o que foi encontrado na Internet. Os filmes aqui informado são de cunho científico assim como as series as quais são produzidas para exibição em TV aberta. Uma vez que a serie não tenha sido ripada de um DVD ou seja a mesma foi gravada do sinal de TV aberta com o respectivo selo da emissora não é caracterizado crime pois a mesma foi produzida para exibição pública. Sera crime quando for realizado venda deste produto. Quem efetuar download de qualquer ficheiro deste blog que não tenha seu conteúdo de base Open Source (Código Aberto) ou FOSS (Free Open Source Software) deverá estar ciente que terá 24 horas para eliminar os ficheiros que baixou. Assista-o e procure Revendas Autorizadas. Se algo contido no blog lhe causa dano ou prejuízo, entre em contacto, que iremos retirar o ficheiro ou post o mais rápido possível. Se encontrou algum post que considere de sua autoria favor enviar e-mail para suporte@delphini.com.br informando o post e comprovando sua veracidade.

Muito obrigado a todos que fizeram deste blog um sucesso.

Creative CommonsEsta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citando nome do autor, data, local e link de onde tirou o texto). Você não pode fazer uso comercial desta obra.Você não pode criar obras derivadas.